A vida como ela é

A vida vem precedida de um destino, de um manual? Será que só nos cabe segui-lo? Cada vez que penso sobre isso tenho dificuldade em concluir e definir qual das opções devo escolher.

O que fazer para mudar esta frase? A vida simplesmente acontece? Ou você decide como seguir ou como será? Reflita e verifique como está sua vida até hoje. Vamos, tenha coragem e faça sua lista: quantas conquistas e quantas frustrações? E o mais importante, quais você participou diretamente? Existem coisas na vida que, mesmo estando envolvidos, não poderemos interferir. Entretanto, estas coisas nos afetam mesmo assim. Um exemplo disso, é quando ainda somos criança, e os pais se separam ou mudam de cidade. Toda a sua vida será repaginada e cabe a você reagir e se adaptar. Portanto, quando você crescer e puder agir, como será a sua vida? Ou você pode defini-la agora?

Acreditar que você é o único responsável por conduzir as escolhas da sua vida, dará a você a possibilidade de mudar o destino ou o caminho que por hora parecia ser imutável. Você é o único responsável pelas suas escolhas, tanto as que derem certo e também as que nem foram tão certas.

Seguir de forma consciente a estrada da vida permite ações e evita reações. Toda vez que você não agir de acordo com as suas preferências e desejos, terá que reagir aos desejos e escolha dos outros. Quando deixamos a vida seguir sem participar nos cabe reagir e a reação é algo dependente e limitado ao desejo do outro. Será apenas vítima dos outros ficando impossibilitado de mudar. Assim, o título do nosso texto se torna eficaz e único. Por isso, é muito importante verificar com quem você está convivendo e o quanto está agindo e reagindo aos seus contatos.

Quem são as pessoas com as quais você tem convivido? Elas têm feito você evoluir? Ou apenas repetir? Elas têm contribuído com seu crescimento? Certo ditado diz que “você é a média das cinco pessoas com as quais convive”; portanto, veja a sua média. Como está? É você quem eleva? Ou você está sendo desafiado?

É preciso revisar suas escolhas sempre, pois a vida é aquela que a gente escolhe levar.