Aprendizado das Férias

O ano inicia, mas sabemos que a maior parte das pessoas espera o Carnaval para acelerar e aquecer. Eu quero começar aproveitando o aprendizado que tive durante as férias para inovar e incrementar em 2018, e você: dos planos do final de ano, quais já deu início?

No mundo de hoje, as informações são transmitidas com muita rapidez e o volume recebido é infinitamente maior do que a nossa capacidade de processamento. A informação não é mais um recurso escasso, hoje é a atenção que faz falta. As execuções são automáticas, até os passeios das férias são feitos sem aproveitamento e atenção plena.

Para se ter aproveitamento significativo em qualquer atividade, é preciso atenção plena, aquela que se concentra e aproveita cada etapa. Um grande exemplo disso é quando saímos de férias e ao retornarmos a resposta é somente “não fiz nada, apenas descansei”. Eu pergunto: será que isso é férias?

Sempre busco fazer comigo e com meus filhos uma reflexão ao final de cada viagem ou passeio. Aproveito para deixar a mesma provocação para vocês leitores. Procure em tudo que se faz, lê, escuta e, principalmente, em cada vivência, tirar um aprendizado. Procure aprender e reaprender, todos os dias!

No final das férias, do livro, do curso, ou até de um encontro. Pergunte-se: o que aprendi com isso? O que posso levar para minha vida? O que vou repetir pois deu certo? E o que vou parar de fazer pois não colaborou com o resultado que sonhei? Ter estas respostas levará você a um outro patamar de percepção, além de aumentar a sua capacidade crítica.

Percepção apurada e capacidade crítica são duas características muito exigidas no mercado de trabalho. E isso só é possível a partir de diferentes vivências, são elas que tornam você capaz de modificar e ampliar a sua percepção.

Inquiete-se e busque aprender e reaprender sempre!