Criatividade

A criatividade é uma habilidade que tem se tornado cada vez mais necessária no meio corporativo. Vânia Goulart, que esteve presente no último Congresso Internacional de Coaching, realizado em Praga, lista passos para que possamos ser mais criativos.

Criatividade é uma palavra que tem sido cada vez mais usada, mas você sabe o que te faz ser criativo? Como podemos criar algo novo, sustentável, aceito pela sociedade, que também seja próspero e gere lucro? O que um líder precisa ter para ser mais criativo: a experiência ou a expertise? O que oferece mais resultado? Qual a prerrogativa para uma empresa ser considerada inovadora?

São tantas dúvidas e incertezas que está difícil avançar. Temos muitos empreendedores que não estão conseguindo se manter e outros que não conseguem se estabelecer em função desta fluidez e complexidade do mundo em que estamos vivendo.

No último Congresso Internacional de Coaching, realizado em Praga, pude ouvir com atenção as considerações de Frans Johansson, grande Coach e palestrante, sobre este momento. Ele apresentou alguns passos para tornar-se mais criativo e navegar neste mundo imprevisto e complexo.

  1. A velocidade do crescimento de uma empresa será a mesma da capacidade de seus líderes se adaptarem às mudanças necessárias para agirem neste mundo novo.
  2. Mude a regra do jogo. Fazer sempre da mesma forma é retrocesso, impede o fluxo e paralisa o crescimento. Portanto, mude a regra do jogo quantas vezes forem necessárias. Busque sempre novas possibilidades de realizar ações do cotidiano.
  3. Inspire-se em diferentes campos do conhecimento. Procure conhecer pessoas de outras culturas e com experiências diferentes da sua. Isso te trará novas formas de ver o todo, aspectos inusitados. Por exemplo, teste diferentes sabores, experimente um novo caminho para chegar até a sua casa, ande por outras avenidas, experimente novas formas de se locomover. Toda experiência nova expande sua visão de mundo.
  4. Faça mais apostas, tente novas ideias. Busque ousar e coloque as suas ideias e também as ideias dos outros para serem experimentadas. Teste pequeno e, quando aprovar, amplie. Multiplique e compartilhe o aprendizado o mais rápido possível.
  5. Maneje seus riscos. É essencial conseguir gerenciar e acompanhar seus riscos.
  6. Organize grupos de trabalho mais horizontais, nos quais há trocas entre os membros do projeto. Possibilite equipes mais inclusivas e diversas.

Reflita sobre cada ponto e alcance uma nova perspectiva. Se quiser avançar, experimente ousar e praticar cada passo. Você verá que terá um fluxo muito mais contínuo de ideias e ações para tornar-se mais criativo.

Boa sorte e lembre-se de compartilhar comigo o que mudou em sua vida.