Marca Pessoal

Você já pensou sobre como está a sua marca pessoal? Imagino que alguns acreditam que nem a possui. Quero te informar que todos possuem uma marca, mas que mais de 70% das pessoas não se preocupam com ela até que a empresa, amigo ou algo externo o cobre, ou pior, o recrimine.

Para que você possa começar a cuidar de sua marca e fazer com que ela favoreça a sua caminhada, atente-se a alguns aspectos. Para começar, quero que reflita sobre o quanto você pensa ou escolheu a marca que possui e qual foi o investimento consciente que fez para obter este resultado? Irei elencar aqui 3 pontos:

  1. Defina seu propósito

Mais do que falar sobre a comunicação de uma marca forte, a sua marca passa pela congruência com seus atos, com suas ações. A marca é construída por movimento e constância. Palavras, pensamentos se perdem. A força de uma marca está na constância e na frequência de suas ações.

Quando você possui uma clareza do seu posicionamento, suas ações passam a estar alinhadas ao seu discurso e acontecem de forma natural. Tenho certeza que você já se deparou com pessoas cujo discurso não se sustenta, não traz credibilidade. Isso ocorre pois não há congruência entre o posicionamento e as ações.

  1. Sua marca não é um produto

Uma marca é responsável pelos resultados de vendas de um produto, mas ela em si não pode ser um produto. Elogiar a si mesmo e realizar apresentações egoístas com auto-apreciação não favorecem, muito pelo contrário, podem afastar as pessoas. Uma pessoa que possui uma marca boa aproxima, conecta e através desta interação fortalece ainda mais a sua marca. Para você fortalece-la, por vezes terá que reposicionar algumas crenças e estereótipos. Sua exposição precisa ser natural e espontânea.

  1. Humanização

Em muitos casos, uma marca parece ser um objeto ou algo físico. No entanto, a marca transcende, é também algo intangível, precisa de humanização, proximidade e colaborações. É através da percepção daqueles com quem você convive que irá reconhecer a sua verdadeira marca. Este feedback constante daqueles que estão ao seu redor é necessário para ajustar as suas ações e construir da marca que você quer deixar no mundo.

É preciso analisar, planejar e executar ações que estão estrategicamente ligadas ao seu propósito e, também, ao comportamento e relacionamento com as pessoas a sua volta. A marca é o resultado da forma com que você se relaciona com seus públicos. É sobre como você transmite seu propósito, como você cria conexão e empatia com quem te acompanha. Branding, ou gestão de marcas, é sinônimo de relações públicas.

Concluindo, desenhe sua marca como base em seus objetivos e siga se movimentando. O movimento gera novos sentimentos e, somente assim, poderá modificar os seus pensamentos e influenciar outras pessoas. Marca é coisa séria, cuide da sua e deixe seu rastro.