Mindfulness – Atenção Plena

Nossa capacidade de ter atenção tem sido abalada a cada ano que passa. Ficamos distraídos com facilidade e temos uma infinidade de estímulos simultâneos para nos perturbar. As redes sociais, por exemplo, são as mais fortes nesse critério.

Um ditado Zen antigo nos fala que “só existem dois dias no ano que nada pode ser feito ontem e amanhã”, mas a maioria das pessoas vive nesses dois dias e esquece do dia atual, onde é possível transformar e modificar a própria realidade. Trazer para o momento presente, ou seja, para o aqui e agora,  é a única forma de se desenvolver. Minha primeira formação foi em Gestalt Terapia, que possui como base a premissa clara de trazer para o momento atual e refletir no presente o que é necessário. O que incomoda ou importa no momento realmente é o atual.

Para hoje, o desafio é conseguir manter sua mente no mesmo momento presente onde está seu corpo. Aquietar a mente, como muitos pensam, não é para de pensar ou não pensar em nada. O pensamento vem, chega sem avisar e o importante é não processá-lo, não deixá-lo tomar conta de todo seu sentir. Você precisa ter força para conduzir e escolher quando deve processar qualquer pensamento.

Recebo em meu consultório muitos executivos com pouca resiliência e estressados. O que mais escuto é reflexo direto deste volume de pensamentos e informações que recebem diariamente.

A meditação tem ganhado espaço no mundo moderno, exatamente por ser o procedimento que mais tem mostrado resultado neste processo de manutenção da atenção plena e aquietar os pensamentos. Diferente do que os velhos paradigmas classificavam como sendo práticas para exclusivas dos praticantes de yoga ou de seitas budistas, a meditação tem recebido vários adeptos pelo mundo executivo e contemporâneo.

O cérebro humano precisa de tempo para processar e fazer as conexões necessárias para conduzir você na sua melhor escolha. A precipitação e a procrastinação são alguns dos sintomas do pouco alinhamento de seus pensamentos com sua realidade.

Experimente esta prática! Comece devagar, escolha apenas 3 minutos do seu dia para não processar qualquer pensamento. Isso pode mudar algumas escolhas em sua vida para melhor.