Série de Emoções – Medo

Para dar continuidade à discussão, hoje temos o medo, emoção de preservação. Todas as vezes que um indivíduo sente medo, significa que o seu organismo está se sentindo ameaçado. É o instinto, um sistema de autopreservação, natural, que prepara o seu corpo com uma dose de adrenalina para fugir ou atacar.

Muitas vezes, esta ameaça pode aparecer de outras maneiras, como sentimentos ou até fantasias, podendo causar alguns males, inclusive paralisia. Existem pessoas que possuem medos e, por isso, se privam de novas experiências. Ter medo é natural e necessário para a preservação humana, mas verifique o quanto ele está te paralisando. As novas doenças têm sido caracterizadas pelo aumento excessivo deste medo, como síndrome do pânico, apatia, entre outras.

E você, tem medo de que? Quais são os seus medos e como faz para supera-los. Sim, esta é a boa notícia: você pode e consegue controlar e superar os seus medos. Aprender a lidar com esta sensação é um exercício diário e que facilita a caminhada.

O primeiro passo é admiti-lo e buscar visualizar sua origem e quais são os fatos que sustentam este sentimento. O segundo passo é buscar compartilhar sobre ele com alguém de sua confiança, com isso poderá verificar outra percepção e, assim, refletir sobre eles.

Na rotina, em casa ou no trabalho, surgem alguns medos que podem prejudicar a evolução da sua carreira. Criar mudanças, ousar em busca de novos aprendizados e aceitar desafios podem gerar essa sensação de perigo e alerta emocional, mas fará você crescer e desenvolver-se melhor.  Evite que seus sentimentos te afastem de novos aprendizados. A energia produzida quando você supera seus medos faz você crescer e sentir-se melhor.

Todas as vezes que você sentir medo, lembre-se de seguir esses passos! Não deixe que eles te paralisarem, mantenha-os apenas no sistema de proteção e siga em frente.