Criatividade: o segredo da produtividade

O que é criatividade? Todos ligam o nome ao processo inventivo de criação elaborada, pois o nome vem justamente dessa natureza. No entanto, o processo criativo nas empresas é diferente. Nesse âmbito,a criatividade liga-se à possibilidade  de resolver problemas, de se implicar nas soluções e buscar alternativas que possam resolver…

O que é criatividade? Todos ligam o nome ao processo inventivo de criação elaborada, pois o nome vem justamente dessa natureza. No entanto, o processo criativo nas empresas é diferente.

Nesse âmbito,a criatividade liga-se à possibilidade  de resolver problemas, de se implicar nas soluções e buscar alternativas que possam resolver algum tipo de entrave ou melhorar um processo ou, até mesmo, modificar a forma de se fazer algo. A criatividade, dentro das empresas, é entregar mais do que lhe foi solicitado, fazer para encantar.

O Brasil é um país cuja produtividade é pequena, se comparada aos países desenvolvidos. Um dos maiores limitadores dessa produção está exatamente na implicação do trabalhador no negócio, visando à melhoria e à criação produtiva. Cada um entrega muito menos do que sua real capacidade, não ousa ou se automotiva para se diferenciar dentro de sua função. Ser diferente, por vezes, é descriminado e criticado pelos colegas. Isso acontece com maior frequência no serviço público, mas ocorre também no privado.

Neste ano, no qual a onda é de busca para voltar a crescer, será preciso mais esforço e dedicação de cada um, principalmente objetivando o seu trabalho para um direcionamento mais criativo. Será importante que você se dedique mais do que até agora, busque se implicar em solucionar os problemas, envolva-se na produção e no aumento da produtividade.

Uma dica muito interessante é você se ajustar ao seu próprio contratante e se perguntar:

O que eu estou fazendo está sendo bom? Pode melhorar? Tem algo que eu poderia fazer de outra maneira? Ou de uma maneira mais eficiente? Eu me contrataria para esse serviço? Será que alguém faria melhor?”

Se a resposta for “sim”, mexa-se, procure descobrir como poderia fazer melhor, o que   de novo para essa  sua função. Todas essas perguntas e muitas outras podem e devem regular sua profissão para que você possa se manter empregável.

Invista em suas potencialidades e ajude sua empresa a crescer. Não seja apenas mais um, procure fazer falta e, principalmente, criar um rastro positivo e produtivo  por onde você passar.