De onde vem a inspiração?

A inspiração é algo que diferencia as pessoas? Será que todos são capazes de ter inspiração? Dizem alguns artistas que inspiração não requer um ritual, ela simplesmente aparece, e você tem que estar preparado para recebê-la. Há outros que necessitam construir todo um ritual: um local determinado, boa iluminação ou…

A inspiração é algo que diferencia as pessoas? Será que todos são capazes de ter inspiração?

Dizem alguns artistas que inspiração não requer um ritual, ela simplesmente aparece, e você tem que estar preparado para recebê-la. Há outros que necessitam construir todo um ritual: um local determinado, boa iluminação ou penumbra, estar sozinho ou acompanhado, o estímulo de uma alegria ou tristeza, antes ou depois de algum grande evento! Cada um, com seu estilo ou necessidade, mas sabendo que o único responsável por processar a inspiração, ou seja, por fazê-la virar ação, é você mesmo. Depois da inspiração, é necessária a transpiração.

Deslocando essa inspiração para o mundo corporativo, como ficaria? Inicialmente seria importante caracterizar a inspiração neste contexto. Na maioria das vezes, o que chamam de inspiração, criatividade no mundo coorporativo, aparece como empreendedorismo, ideias para resolver problemas e/ou criação de muitos objetos dos quais ainda não se tinha sentido necessidade. Um exemplo dessa criação é o Facebook, ou as funções e aplicativos cada vez mais interativos dos celulares. Podemos também retratar essa evolução constatando que em menos de 20 anos, saímos do fax, para o e-mail e para o WhatsApp. Nesse aspecto é que acredito que as inspirações citadas aqui mais se relacionam. No processo de criação, ninguém pede uma música nova, um novo quadro ou uma escultura. A inspiração vem, o artista simplesmente executa e, de uma hora para outra, é sucesso. Assim como numa empresa, a ideia surge, o inventor cria (como ocorreu com o Facebook) e, um instante, vira o aplicativo que mais possui seguidores.

A conclusão que podemos tirar desse contexto é que alguém se inspira e cria algo para servir outras pessoas, para ser compartilhado.  Tudo isso começa sem um grande propósito, com uma grande inspiração de apenas criar. A inspiração não tem interesse, é genuína e natural.

Quando uma ação brotar de uma inspiração, procure deixá-la fluir, siga sua intuição e coloque-a em prática. Os resultados são consequências naturais, tudo que se faz gera uma resposta. Sempre se colhe o que se planta!

Inspiração é motivação, energia que vem de dentro e depende de sua vontade unicamente. Inspire-se e crie o mundo que quer viver!


 

Reflexão