Empoderamento da Mulher

Começo este texto separando as palavras do nosso título para, depois analisá-las em conjunto.  A palavra “mulher” significa hoje ser diferente, representa a força, a habilidade de lidar com várias atividades ao mesmo tempo. A mulher atual conquistou o mercado de trabalho, trouxe nova forma de olhar para as pessoas…

Começo este texto separando as palavras do nosso título para, depois analisá-las em conjunto.  A palavra “mulher” significa hoje ser diferente, representa a força, a habilidade de lidar com várias atividades ao mesmo tempo. A mulher atual conquistou o mercado de trabalho, trouxe nova forma de olhar para as pessoas e de cuidar de cada um de sua equipe.

A palavra “empoderamento” vem de poder + ação, movimento, e significa a capacidade de se conquistar um espaço através de sua ação individual, de seu esforço contínuo. Tarefa essa que a mulher vem realizando com muita frequência ao longo destes anos. Voltando ao título original, juntando, portanto, novamente as palavras, aparece o motivo do crescimento das mulheres no mercado atual: elas adquiriram poder.

O caminho conquistado pelas mulheres para a obtenção deste destaque foi por meio de ações cotidianas, do trabalho árduo e de muita dedicação, chegando, assim, ao poder ou ao reconhecimento de uma figura extremamente importante nesta nova era da informação. Tal conquista foi naturalmente alcançada, por meio de ações muitas vezes não propositais.

Com o mercado de trabalho mais exigente e com a competitividade pressionando a especialização dos profissionais, a multifuncionalidade passa a ser exigida em primeira instância. Nesse aspecto, a mulher ganha um grande espaço. Acostumada ao trabalho no lar, onde várias habilidades são exigidas ao mesmo tempo e pouco preparo específico é requerido, a mulher experimentou, ao longo dos séculos, múltiplas vivências. A primeira delas em casa, onde necessitava cozinhar, organizar, definir as rotinas da secretária que a ajuda na lida, administrar as finanças e criar atividades para distrair e ensinar seus filhos. Essa gama de habilidades, desenvolvidas e repetidas várias vezes pelas mulheres, permitiu-lhes uma flexibilidade pouco percebida no universo masculino. Essa multifuncionalidade é a primeira competência que destaco nesse processo do crescimento feminino.

A segunda competência, e não por isso menos importante, foi adquirida também de forma natural como a primeira: o olhar focado no desenvolvimento e no acolhimento do ser humano, sensibilidade  conquistada pela experiência de ensinar diariamente o seu filho.  O olhar se repete nas empresas, como lideres desenvolvedoras, capazes de acreditar nas pessoas e cuidar de cada uma delas.

Como falei no início, o empoderamento da mulher surgiu, enfim, não como algo premeditado e/ou consentido, mas, sim, por meio dessas ações diárias que foram sendo apreendidas em vários contextos. Esse é o seu grande diferencial, uma conquista  natural por meio de esforços, da vontade de fazer o melhor e de se superar. Sabe-se também que elas ainda têm um grande caminho para equiparar-se aos homens, alcançando posições e melhor remuneração, mas isso é com o tempo.

Mulher, assuma suas conquistas! O poder é consequência, como sempre foi! Siga em frente!


Reflexões