O cérebro e você

A neurociência sempre foi uma matéria que me interessou. Comecei a trabalhar como instrumentadora cirúrgica da neurocirurgia: esta foi minha primeira profissão. E foi com tal experiência que me apaixonei por essa incrível máquina humana: o cérebro.  Daí para frente, comecei a estudar e a colocar atenção nessa importante área…

A neurociência sempre foi uma matéria que me interessou. Comecei a trabalhar como instrumentadora cirúrgica da neurocirurgia: esta foi minha primeira profissão. E foi com tal experiência que me apaixonei por essa incrível máquina humana: o cérebro.  Daí para frente, comecei a estudar e a colocar atenção nessa importante área do nosso corpo. E você, já parou para pensar sobre isso? Quanto você dedica de tempo ou se ocupa com a saúde de seu cérebro? Qual o exercício ou a dieta que você faz especificamente para ele?

Vamos refletir sobre esse órgão proporcionalmente tão pequeno, mas tão importante em nossa vida. Todos os órgão possuem vida própria e podem hoje, com a grande evolução da tecnologia,  serem transplantados. Menos o cérebro.  Nesse momento é que começam aparecer as grandes diferenças, a importância desse grande órgão. O coração nos movimenta, nos faz seguir, mas conseguimos dar continuidade à nossa vida com o coração de outra pessoa ou com auxílio externo de uma máquina no  lugar dele. Já o cérebro, há de se ter maior cuidado com ele, não pode ser substituído ou ajustar.

Um corpo atlético, saudável, forte colabora com seu cérebro, mas não é o suficiente para mantê-lo. Temos vários exemplos de pessoas que mantiveram seu corpo funcionando, porém, sem nenhuma conexão, pois seu cérebro parou! Dentre eles temos o campeão de fórmula um, Michael Schumacher, corpo atlético, um acidente danificou seu cérebro e ele está em coma. O que fazer? Além de vários casos assim, também temos, do outro lado, o Alzheimer, uma perda contínua e crescente contra a consciência plena.

Seu cérebro, sua mente necessita de energia, água, alimentos,contudo os principais ingredientes são os relacionamentos, os estímulos positivos com os quais você pode lubrificar essa máquina todos os dias. A leitura é o primeiro lubrificante. Leia muito, a receita mínima, aprendida ainda na faculdade, é um jornal diário, uma revista semanal e um livro mensal.  Aprender outro idioma, adaptar-se a outras culturas,  são outro bom exercício.

O ponto mais importante de todos está por vir, nada trará mais resultado do que sua maneira de encarar a vida! Os maiores e melhores estudos sobre o cérebro revelam que é o pensamento positivo, os estímulos positivos e felizes que farão diferença na manutenção de um cérebro saudável. Os hormônios produzidos quando você tem prazer, conforto, segurança proporcionam um excelente lubrificante e um forte protetor para o seu cérebro. Um simples encontro, um forte abraço, um carinho, um elogio, tudo isso pode garantir a você vida plena por mais anos. Muita energia nos anos de vida que você tiver, até porque o que adianta ter muitos anos sem vida plena e consciente.

Lembre-se de que você pode começar hoje a mudar e a buscar lubrificantes para o seu cérebro com a mesma intensidade que o faz para manter seu corpo saudável.  Os dois juntos farão muita diferença em sua vida. O melhor de tudo é que os exercícios do cérebro, quanto mais conectados a outra pessoa, melhor será.

É a lei da reciprocidade: é oferecendo que você irá receber! Faça sua parte que seu cérebro  o agradecerá com vida longa !


Reflexões