O inesperado

Viver com a incerteza é viver com o inesperado, algo novo, não planejado. Quando você recebe uma notícia, fica um pouco atordoado, tonto, até enjoado. Parece que o esperado não dará certo e, para quem sempre planejou e organizou tudo com antecedência, parece o fim do mundo. Mas você sempre…

Viver com a incerteza é viver com o inesperado, algo novo, não planejado. Quando você recebe uma notícia, fica um pouco atordoado, tonto, até enjoado. Parece que o esperado não dará certo e, para quem sempre planejou e organizou tudo com antecedência, parece o fim do mundo.

Mas você sempre foi assim, precisa pensar, analisar, ver quanto custa, ter certeza de que realmente deveria agir como tal. Você sempre foi o racional, o equilibrado. Será possível? E aí você para e decide – pela dúvida, pelo medo – e perde a nova oportunidade, perde a experiência. E do outro lado? Você encontra tudo com que sempre sonhou: viver por amor, escolher o que gosta, curtir o momento. Ser emocional! E aí? O que fazer agora? Você fica sem saber…

Mas, como estamos vivos, podemos mudar, ainda é tempo. Um convite, uma intimação, alguém decide por você, alguém que você sempre ensinou. Exige e você vai! O exigente fala: “Se vira, pede ajuda, mas venha ser feliz. Se joga, faça diferente, receba esse presente da vida. Comemore!” E aí você mergulha de cabeça. Resolve mudar tudo e aprender novamente a escolher por conta própria e ser feliz, antes de tudo. Decide, então, arriscar e ter coragem!

Saiba que sempre é possível rever conceitos e mudar. O inesperado pode ser muito bom!


Reflexões da Semana