O olhar para o futuro

O ano de 2015 terminou e deixou pouca esperança de um ano melhor, pelo menos foram assim os depoimentos de muitas pessoas em meu consultório. Estamos na metade de 2016 e poucas mudanças aconteceram. É correto dizer que o que se tem visto é mais do mesmo. Muitas demissões e…

O ano de 2015 terminou e deixou pouca esperança de um ano melhor, pelo menos foram assim os depoimentos de muitas pessoas em meu consultório. Estamos na metade de 2016 e poucas mudanças aconteceram.

É correto dizer que o que se tem visto é mais do mesmo. Muitas demissões e poucas admissões; muitas denúncias, principalmente no meio político, mas poucas mudanças efetivas. Vê-se uma volúpia de ações, mas poucas opções para se ter esperança num futuro próximo. Quando será que voltaremos a crescer?

Veja a frase deste filósofo dinamarquês, Sorem Kierkegaard: “A vida só pode ser compreendida para trás, mas deve ser vivida para frente”. Dessa forma, seguindo essa grande filosofia é preciso que tenhamos esperança, é preciso “esperançar”: ir à frente e não simplesmente esperar. A espera nos coloca em uma posição voltada para um movimento externo. É preciso, no entanto, um movimento interno, de desacomodação. A busca precisa ser ativa e fortalecer seu caminho.

Para aproveitar todas essas filosofias, convido você a misturar tudo. Para esperançar é preciso aprender com o que passou, analisar os caminhos trilhados para repetir os que deram certo. Sendo assim, usar o conhecimento para seguir mais tranquilo e evitar os resultados inadequados. Isso é sinal de inteligência emocional. A psicologia positiva já nos mostra que valorizar as ações positivas potencializa nossa capacidade cognitiva e melhora nossa performance.

Outra estratégia muito relevante é aprender a analisar os caminhos que não deram certo. Aqueles que você escolheu e eles não floresceram. Em cada caminho, em cada leitura, em cada experiência, é importante reter um aprendizado, e  os erros são os que são retidos mais rapidamente, no  entanto é  preciso usar o que deu certo para potencializar sua vida. É importante sair da queda com um levantar novo, cada vez em que ergo a cabeça e caminho em nova direção, sigo mais forte. No entanto, o que vemos é exatamente o contrário: a acomodação e o esperar algo externo para obter a mudança que só você poderá fazer.  Use seus acertos, seus pontos fortes e acelere sua potencialidade destacando-se em sua caminhada.

Escolha suas melhores experiências e use-as em seu benefício, sempre aprimorando seus pontos fortes, fazendo-os virar grandes habilidades para cada vez mais se destacar. Olhe para frente, para o  futuro, mas faça hoje.


 

Reflexões