Pedido dos Leitores

Da série: Pedido dos leitores. Respondendo a questionamentos abri essa série para atender aos pedidos dos leitores. Obrigada Regina Glaucia   Qual é o tempo ideal para ficar em uma empresa?  O tema sobre o tempo de permanência do profissional nas empresas, apesar de antigo, é uma questão sobre a…

Da série: Pedido dos leitores.

Respondendo a questionamentos abri essa série para atender aos pedidos dos leitores.

Obrigada Regina Glaucia

 

Qual é o tempo ideal para ficar em uma empresa? 

O tema sobre o tempo de permanência do profissional nas empresas, apesar de antigo, é uma questão sobre a qual ainda muito se debate. É melhor fazer carreira em uma empresa ou ganhar experiência em várias?

Se, por um lado, a mudança de empresa com frequência pode significar falta de interesse ou de persistência, por outro, pode significar busca de crescimento e oportunidades. Em um momento como o atual, em que cada diferença conta, em um mercado de trabalho muito competitivo, o que vale mais? Ter mais experiências e informações de muitas empresas, aproveitando as oportunidades de crescimento, ou ficar muito tempo em uma só empresa para demonstrar lealdade e constância, absorvendo o máximo da sua cultura e dos seus processos?

Bom, para clarear um pouco essa questão, quero começar distinguindo alguns conceitos. Primeiro, os olhares dos dois lados dessa moeda, pois o olhar do empresário e o do funcionário têm perspectivas diferentes, mas podem se somar também. No livro A águia e a galinha, Leonardo Boff diz “Um ponto de vista é a vista de um ponto”. Quando essas perspectivas se somam na busca de resultados, todos querem obtê-los e cada vez mais rapidamente. O tempo de cada um, contudo, é diferente e precisa ser respeitado.  O empresário quer que o seu bom funcionário fique muito tempo em sua empresa, pois qualificar um novo é muito mais caro. Do outro lado, há a visão do funcionário, que quer mudar e acredita que só a mudança de empresa irá ampliar sua empregabilidade.

É possível passar por diferentes aprendizados mudando apenas de área, de função. O importante para todos nunca será apenas o movimento, mas as conquistas que levam seu nome, a história que construiu e, principalmente, o reconhecimento que obterá nesse caminho.

 

Na verdade, o tempo em cada empresa não é o que marcará sua carreira, mas, sim, o legado que deixar. Cuide de sua imagem, independentemente do tempo de que dispor para contribuir com uma empresa.