Preconceito dificulta tratamento de doenças da mente. Veja a importância de procurar ajuda

Vânia Goulart, CEO da Selecta e especialista em gestão de carreira e liderança, participou de uma matéria do jornal Folha Vitória sobre a importância de falar sobre saúde mental nas empresas. Leia sua análise na íntegra abaixo: A psicologia surge com a busca de apoio à psiquiatria para o tratamento…

Vânia Goulart, CEO da Selecta e especialista em gestão de carreira e liderança, participou de uma matéria do jornal Folha Vitória sobre a importância de falar sobre saúde mental nas empresas. Leia sua análise na íntegra abaixo:

A psicologia surge com a busca de apoio à psiquiatria para o tratamento da loucura, daí o preconceito existente até os dias atuais de que ir buscar ajuda psicológica ou psiquiatra é estar próximo da loucura ou já doente mental.

Na verdade, buscar ajuda de um psicólogo é um processo de autoconhecimento, para conhecer suas emoções e os gatilhos emocionais que armam ou desarmam suas atitudes, possibilitando uma vida mais plena e feliz. Trazendo uma metáfora para facilitar o entendimento, como um celular que ligamos e começamos a usar sem ler o manual, assim são os seres humanos, nascem e vão vivendo e aprendendo com as interações, não possuem manual. No entanto, quando alguém mais experiente te aponta atalhos no celular, você aprende e o utiliza com maior rapidez e destreza. Nessa compreensão, frequentar um consultório psicológico é dar acesso ao autoconhecimento que facilitará seu acesso e maior inteligência emocional.

Nos tempos atuais quando todos estão expostos à morte, o sistema nervoso trabalha em ritmo acelerado e com muito esforço, preparado para te defender da ameaça iminente. Esse nível de tensão, associado ao isolamento social, tem causado um aumento do nível de estresse e, consequentemente, o adoecimento da saúde mental.

Admitir isso ainda é um tabu, contudo muitas empresas têm proporcionado aos funcionários momentos de relaxamento e descompressão, abrindo assim o espaço para esse apoio.

Nessa hora, o mais correto é se abrir, colocar de forma clara e transparente o que está sentindo e procurar logo um especialista, assim como faria se tivesse uma crise de hipertensão, uma labirintite ou qualquer outro sintoma fisiológico. Quanto antes iniciar o seu tratamento mais rápido voltará seu equilíbrio e poderá manter todas suas atividades laborais.

O silêncio do tratamento psíquico precisa ser quebrado. Sábias são as empresas que apoiam esse tema e se importam em cuidar da inteligência emocional de seus colaboradores. Assim como levaram anos para identificar a necessidade de um exame periódico e preventivo fisiológico, depois passou a ser rotina em todo lugar, acredito que a saúde mental irá trilhar a mesma caminhada.

Sempre procure ajuda, você nunca estará só nesta caminhada.

Confira aqui a matéria do jornal Folha Vitória, publicada em 16 de junho de 2021.