Produção diária

Pensar em um tema toda semana foi um desafio a que me propus há dois anos. Acordei numa das muitas reflexões que tenho feito e decidi viver, ou melhor, responder às muitas perguntas que faço aos meus pacientes,  clientes, Coachee ou como queiram se identificar. A primeira delas foi o…

Pensar em um tema toda semana foi um desafio a que me propus há dois anos. Acordei numa das muitas reflexões que tenho feito e decidi viver, ou melhor, responder às muitas perguntas que faço aos meus pacientes,  clientes, Coachee ou como queiram se identificar. A primeira delas foi o que vou deixar de legado? Qual a conquista que ainda quero obter? A congruência entre o que se fala e o que se faz é a primeira forma de viver a plenitude. Então respondi a minhas perguntas poderosas e fiz minha lista.

Na lista, havia ações de todas as áreas, e aqui vou compartilhar essa reflexão como um desabafo, mas com claro objetivo de incentivá-lo a fazer sua lista também. Vou começar pela familiar: decidi que quero me dedicar mais tempo a todos, afinal ter pai, mãe e avó vivos é um privilégio. Compartilhar viagens e também comemorar cada conquista juntos é sempre melhor.

Outro item da lista foi visitar lugares onde a natureza é o convite, beber vinhos e conhecer pessoas. Arriscar, ousar e compartilhar novas maneiras de fazer um pouco de tudo, usando, na vida pessoal, o que profissionalmente sempre funcionou.  Vida focada, com sonhos e muitas realizações, deixar ir, menos controle e mais compartilhamento.

A lista foi ficando cada vez maior, mas ainda queria mais. Aí percebi que estudei muito nesta minha vida e que precisava compartilhar, distribuir tudo o que conquistei. Queria voluntariar-me mais e, assim, decidi escrever um blog. Tudo isso começou quando pensei em qual das minhas produções diárias compartilharia com as pessoas? O que poderia fazer todos os dias?

Quando começamos a tomar conta dos nossos passos diários, diminuímos a angústia do que não fizemos ontem e a ansiedade do que faremos amanhã. Viver o aqui e agora é uma máxima da Gestalt (minha primeira formação), é cuidar da produção diária, focar no seu hoje, é evoluir e caminhar com mais coerência.

Para executar sua lista, é preciso transforma-lá em passos diários. É preciso dispir-se totalmente das desculpas e todos os dias produzir algo. Assim a natureza conspira a seu favor, a produção diária edifica as mudanças e protagoniza a conquista.

Foi assim que cheguei a assinar esta coluna. Ela surgiu depois do blog e a ideia, em ambos os casos, é compartilhar. Foi assim que surgiu o convite para a coluna neste jornal e, há um mês, para um quadro na rádio Band News FM.  Produção diária que conquista espaço e conspira a seu favor. Agora a possibilidade de compartilhar aumentou…

Comece fazendo sua lista, mas termine definindo sua produção diária e procure ser feliz só por hoje!


Reflexões