Reconhecimento (Metro)

Reconhecimento significa RE-conhecimento, enaltecer o adquirido. Reafirmar o conhecido, conhecer quem executou. O que acontece para que as pessoas sejam tão dependentes do reconhecimento? Como ser autossuficiente? Todos vieram ao mundo com um propósito: construir uma história e por ela ser reconhecido. E aqui começa nosso dilema de hoje. As…

Reconhecimento significa RE-conhecimento, enaltecer o adquirido. Reafirmar o conhecido, conhecer quem executou. O que acontece para que as pessoas sejam tão dependentes do reconhecimento? Como ser autossuficiente? Todos vieram ao mundo com um propósito: construir uma história e por ela ser reconhecido. E aqui começa nosso dilema de hoje. As pessoas buscam reconhecimento externo e pouco reconhecimento interno. Para você ser reconhecido, é preciso se autoconhecer e se reconhecer. E é necessário diferenciar incialmente o ser do ter.

O que se vê é um aumento da necessidade do reconhecimento externo, a impetuosidade dos feedbacks. Espera-se ouvir do outro aquilo que não consegue enxergar em si mesmo. Ficou perceptível, com o passar do tempo, que algumas pessoas repassam essa responsabilidade para os outros e buscam ter o que o outro tem, para seu autorreconhecimento. Imagina-se que o feedback externo seja mais importante do que seu próprio. As conquistas são uma vitória sobre o coletivo, mas muito mais uma conquista individual, crescimento particular e intransferível.

Vamos pensar em como refazer esse caminho para melhorar o autorreconhecimento. Começamos nas conquistas pessoais, hábitos simples, como andar, falar. Desde cedo, precisamos do outro para seguir. Depois vêm o início da escola e as provas de conhecimento. Aí começa a competição por um espaço maior, costuma-se a ser comparado com outros. Mas é no ciclo profissional que a maioria introjeta essa dependência e se perde.

Essa fase da vida é a mais duradoura, mas não é nela que adquirimos a maior parte do nosso conhecimento teórico. É na etapa do trabalho que experimentamos mais e aprendemos as formas e os relacionamentos com tudo isso. Nela, sente-se a maior necessidade do reconhecimento externo. Alguns começam muito cedo na busca pela oportunidade de trabalho e pelo reconhecimento.

Partir em busca dos outros, do ter, para se sentir vitorioso pode não o levar ao sucesso desejado. O mais importante é reconhecer a si próprio. Seu crescimento será independente, existe espaço para todos. O tempo da conquista é que poderá ser diferente. Seu trabalho e esforço ganham reconhecimento à medida que você se autorreconhece. Ocorre quando o ser é maior que o ter. Pessoas com boa autoestima crescem mais rapidamente e se sentem mais satisfeitas, pois não dependem de nada externo.

O reconhecimento precisa iniciar dentro de cada um. Assim, o encontro com o outro será complementar e não indispensável. Baste-se em seu ser!