Série Emprego – O primeiro ano

Nesta série, falamos sobre os passos para se conquistar uma oportunidade no mercado de trabalho. Cada etapa apresentou algo fundamental nessa caminhada. Agora, com tudo executado, você foi aprovado no período de experiência e começa a etapa mais árdua para se tornar sustentável e poder crescer! Quando os primeiros meses…

Nesta série, falamos sobre os passos para se conquistar uma oportunidade no mercado de trabalho. Cada etapa apresentou algo fundamental nessa caminhada. Agora, com tudo executado, você foi aprovado no período de experiência e começa a etapa mais árdua para se tornar sustentável e poder crescer!

Quando os primeiros meses passam e você começa a sentir-se mais confortável – já conquistou algumas amizades e já sabe o que é esperado de você –, a tendência é relaxar. Aqui está meu alerta final desta série.

O primeiro ano é exatamente quando você e seu superior imediato terão a exata certeza de terem feito uma boa escolha. Sim, você também fez essa escolha, esse processo é bilateral: você escolhe e é escolhido.

O primeiro ano ainda será de aprendizado. É preciso entender a cultura da empresa, a forma de entregar seus resultados. Cada atividade empresa tem um ritmo particular e, segundo pesquisas, é necessário de um a dois anos para o total envolvimento do profissional e para uma avaliação mais precisa de sua capacidade de dar retorno à empresa.

Para começar bem um novo trabalho, é muito importante se ater a três grandes premissas. A primeira delas refere-se à necessidade de se conhecer a função, saber quais são as teorias e os conhecimentos necessários para a execução de sua função. Você está atualizado? Necessita estudar algo novo? Procure ler e estudar tudo sobre a empresa, suas regras e tudo o que for necessário para você se integrar ao novo ambiente.

A segunda premissa se relaciona ao saber fazer.  Conhecer ajuda, mas o fazer cria o rastro e sua própria história. Cada dia sua trajetória será construída com suas entregas e participações. Procure mostrar-se solícito, integrado e bem interessado em apreender e a compartilhar seu conhecimento. Faça com que suas entregas sejam percebidas. A teoria sem execução não gera retorno.

A terceira premissa consiste em querer fazer, ter atitude. Conhecer e saber fazer podem não gerar resultados, mas, quando você quer, o ciclo se completa. Querer é poder: se você decidiu permanecer e escolheu ficar na empresa, precisa cuidar dessas três fases. Depois que decidiu querer, conhecer tudo que puder e experimentar todas as oportunidades, agora você conseguirá se alinhar com a empresa e poderá sustentá-lo  nessa carreira de sucesso.

Tags: